Últimas Notícias
O Tesouro Nacional emitiu hoje (4) R$ 40 bilhões em títulos para o Banco Central (BC), informou há pouco o Ministério da Fazenda.

Tesouro Nacional emite R$ 40 bilhões em títulos para BC

O Tesouro Nacional emitiu hoje (4) R$ 40 bilhões em títulos para o Banco Central (BC), informou há pouco o Ministério da Fazenda. A operação tem como objetivo repor parte dos papéis que o BC usa para ajustar a quantidade de dinheiro em circulação.

Os títulos serão destinados a suprir a carteira da autoridade monetária com títulos públicos em montante suficiente para manter a taxa Selic – juros básicos da economia – em linha com os juros definidos pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Atualmente, a Selic está em 14,25% ao ano, no maior nível desde outubro de 2006.

Por meio das operações compromissadas, o Banco Central usa o estoque de títulos públicos em sua carteira para regular a política monetária. Quando o Copom aumenta os juros básicos da economia, o BC vende títulos para retirar parte do dinheiro em circulação, encarecendo o crédito e segurando os preços. Quando a taxa Selic é reduzida, o BC compra os papéis compromissados e injeta dinheiro no mercado.

A emissão de hoje repõe parte dos R$ 141,9 bilhões de títulos compromissados que vencem em janeiro. A operação está autorizada pela Lei 10.179, de fevereiro de 2001, e por uma portaria de junho de 2009.

No total, foram emitidos R$ 20 bilhões de Letras Financeiras do Tesouro (LFT), título vinculado à taxa Selic, com vencimento em setembro de 2021, e três lotes de R$ 6,66 bilhões de Letras do Tesouro Nacional (LTN), título prefixado de curto prazo. Os lotes de LTN vencem em julho de 2017, janeiro de 2019 e julho de 2019, respectivamente.

As emissões de hoje não repõem o colchão da dívida pública – reserva de títulos do Tesouro Nacional para usar em momentos de instabilidade na economia. No comunicado, o Ministério da Fazenda esclareceu que as emissões para recompor o colchão deverão ocorrer ao longo do primeiro trimestre.

No mês passado, o Tesouro usou parte do colchão da dívida para quitar passivos com bancos públicos e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e cumprir uma recomendação do Tribunal de Contas da União.

Fonte: Agência Brasil

Veja também!

Itaipava emprego Alagoinhas

Dono da Itaipava divulga nota de esclarecimento sobre novas contratações

Grupo Petrópolis, dono da Itaipava, que possui uma unidade em Alagoinhas, divulgou nota esclarecendo forma de seleção para preenchimento de vagas de emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *