Últimas Notícias

Lucro líquido da Estácio cresce 91,1% no 2° trimestre de 2012

A Estácio encerrou o primeiro semestre de 2012 com uma base total de 260,8 mil alunos de graduação e pós-graduação, um crescimento de 9,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, dos quais 212,4 mil estão matriculados em cursos presenciais e 45,3 mil em cursos de ensino a distância.

Ao final do semestre, a base de alunos de graduação presencial da Estácio totalizava 201,1 mil alunos, 5,0% a mais do que o mesmo período do ano anterior. No conceito same-shops (excluindo Paraguai e as aquisições feitas no ano), o crescimento teria sido de 6,8%. A base de alunos de graduação EAD cresceu 38,2% sobre o mesmo período do ano anterior para um total de 43,4 mil alunos.

A base de alunos utilizando o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), do Governo Federal, alcançou 30,3 mil alunos, o que representa um total de 15,1% da base total de alunos de graduação presencial.

A receita operacional líquida atingiu R$341,4 milhões, um aumento de 17,8% em relação ao mesmo período do ano anterior, em função do crescimento na base de alunos e do aumento do ticket médio no período.

No segundo trimestre de 2012, o EBITDA totalizou R$38,5 milhões, 67,4% maior do que o apresentado no 2T11, com uma margem EBITDA de 11,3%, representando um ganho de 3,4 pontos percentuais frente ao ano anterior, principalmente em razão da melhor gestão dos custos e despesas com pessoal, e do crescimento da receita líquida, que compensaram os aumentos já esperados nos custos com material didático e nas despesas com PDD.

No segundo trimestre de 2012, o lucro líquido totalizou R$15,1 milhões, um aumento expressivo de 91,1% sobre o mesmo período do ano anterior, principalmente em função do aumento de 67,4% no EBITDA, que compensou o aumento das despesas financeiras em razão do serviço das dívidas contratadas em 2011. Com isso, o Lucro por Ação subiu de R$0,09 para R$0,18, representando 100% sobre o 2º trimestre de 2011, refletindo a capacidade de gerar bons retornos com investimentos limitados de capital.

O Fluxo de Caixa Operacional foi positivo, com uma geração de caixa operacional de R$24,7 milhões no período contra uma perda de R$31,9 milhões no mesmo período do ano anterior. A evolução positiva de R$56 milhões com relação ao ano anterior é resultado direto não só do aumento significativo do EBITDA, mas também da melhor gestão do caixa e dos processos do FIES, demonstrando a plena capacidade de reação e de gestão de equipes e processos, e consequentemente delineando um cenário de geração de caixa muito mais promissor para os próximos ciclos.

Os investimentos da Estácio no 2T12 foram de R$47,4 milhões, 31,1% menores ou abaixo do que no mesmo período do ano anterior, principalmente em função dos menores investimentos em aquisições neste trimestre e também da troca do parque de computadores que aconteceu apenas em 2011. Deste montante, R$17,3 milhões foram alocados em atualização de sistemas, equipamentos, bibliotecas e laboratórios das unidades da Estácio, enquanto R$30,1 milhões foram alocados no Modelo de Ensino, no Projeto Tablet e no desenvolvimento do projeto de arquitetura de TI, além de expansão de novas unidades.

Na virada para o segundo semestre, a Estácio deu continuidade à política de aquisições, entrando em três estados onde não tinha presença: Paraíba, com as aquisições da iDez e da UNIUOL; Rio Grande do Sul, com a aquisição da FARGS e; Maranhão com a aquisição da FACSÃOLUÍS. As aquisições representam 8,5 mil alunos em praças estratégicas e possibilitarão alavancar as operações locais, utilizando a marca Estácio aliada à qualidade de serviços e produtos e à metodologia de integração e de gestão da empresa.

Ao final de junho de 2012, o Caixa da Companhia totalizava R$167,7 milhões, aplicados conservadoramente em instrumentos de renda fixa, referenciados ao CDI, em títulos do governo federal e certificados de depósitos de bancos nacionais de primeira linha.

Veja também!

Itaipava emprego Alagoinhas

Dono da Itaipava divulga nota de esclarecimento sobre novas contratações

Grupo Petrópolis, dono da Itaipava, que possui uma unidade em Alagoinhas, divulgou nota esclarecendo forma de seleção para preenchimento de vagas de emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *