28 de novembro de 2014
Últimas Notícias

Acessibilidade em pontos turísticos de Salvador é debatido em audiência pública

A acessibilidade urbanística, arquitetônica e de serviços, principalmente nas áreas turísticas da cidade, foi discutida na última quinta-feira (19), no Centro Cultural da Câmara Municipal de Salvador. O evento contou com a participação de representantes de entidades civis e de órgãos públicos, que falaram sobre as necessidades das pessoas com deficiência, além das ações e projetos para melhorar a acessibilidade dos moradores e turistas que visitarão a capital baiana, com destaque para o período da Copa do Mundo de 2014.

Durante a audiência, os legados que vão ser deixados depois da Copa, em especial no que diz respeito à acessibilidade, foram tratados pelas autoridades que enfatizaram também a importância da melhoria da infraestrutura da cidade, a exemplo de portos, aeroportos e rodoviárias e da prestação de serviços. “Esperamos que esse seja um dos maiores legados da Copa, acessibilidade urbanística, arquitetônica e de comunicação, dentre outras melhorias”, comentou a diretora de Acessibilidade e Políticas Públicas da Secretária da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), Marília Cavalcante.

As ações implementadas na melhoria dos pontos turísticos de Salvador e dos principais destinos baianos, e a qualificação do receptivo foram expostas por Cássia Magalhães, superintendente de Serviços Turísticos da Secretaria de Turismo do Estado (Setur). “Estamos trabalhando a acessibilidade em todas as nossas obras e em nossas capacitações, a exemplo da obra em São Joaquim”, afirmou Magalhães.

Guias e Monitores – Outro projeto que vem ganhando bastante destaque é o dos Guias e Monitores do Carnaval, que atuam no receptivo turístico em aeroportos, portos, rodoviária, ferry-boat e no circuito da folia. No Carnaval 2012, 15 profissionais realizaram atendimento na Língua Brasileira de Sinais (Libras) e um cadeirante atendeu a baianos e turistas para falar da acessibilidade nos circuitos da festa e na cidade como um todo.

A audiência pública contou também com a participação de representantes da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Secretaria Estadual para Assuntos da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 (Secopa), Ministério Público, Câmara Municipal e da militante de pessoas com deficiência, Mariza Melo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>