Últimas Notícias

BNDES aprova financiamento de R$ 342 milhões para a Volkswagen do Brasil

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 342 milhões para a Volkswagen do Brasil. Os recursos serão destinados ao desenvolvimento de um veículo subcompacto, de um sedã médio e à modernização (face lift) de outros modelos produzidos pela montadora no País.

Os investimentos da Volkswagen apoiados pelo BNDES buscam aprimorar tecnologias já desenvolvidas em veículos lançados em outros países. É o caso da produção do modelo subcompacto, incluindo a nacionalização de suas peças, e do desenvolvimento do sedã médio.

O lançamento de novos modelos no Brasil pela Volkswagen é coerente com a atual conjuntura automotiva mundial, uma vez que a maturação do mercado nos países desenvolvidos levou as montadoras a buscar novos mercados com potencial de crescimento.

A modernização de outros modelos da Volkswagen prevê alterações estéticas na frente e traseira, acabamento interno e novos motores, em linha com o que será oferecido na Europa. Os recursos também serão aplicados no aprimoramento da engenharia e do design dos veículos, e em diferenciais que atendam às preferências do consumidor.

Projetos sociais – O financiamento do BNDES à montadora inclui investimento em dois projetos sociais desenvolvidos pela Fundação Volkswagen: Costurando o Futuro e Aceleração da Aprendizagem.

O primeiro tem como objetivo capacitar tecnicamente moradores de baixa renda no entorno das fábricas da VW em São Bernardo do Campo (SP) e São José dos Pinhais (PR) por meio do trabalho em oficinas de costura e confecção. O projeto já estava sendo realizado em São Bernardo do Campo e, com o financiamento do BNDES, será ampliado para São José dos Pinhais.

Os participantes confeccionam bolsas e acessórios a partir de tecidos automotivos e uniformes de colaboradores que seriam descartados. Além do foco social, o projeto Costurando o Futuro tem relevância ambiental, ao reduzir o descarte de materiais.

O projeto Aceleração da Aprendizagem, realizado em Resende (RJ) e em outros municípios, será ampliado para o Espírito Santo com o financiamento do BNDES. O objetivo é reduzir a evasão escolar decorrente da defasagem de idade observada quando o aluno repete de ano várias séries seguidas.

O projeto contempla a formação continuada de professores, equipe técnica da secretaria municipal de Educação e gestores de escolas, que serão capacitados para trabalhar especialmente com os alunos que enfrentam dificuldades de aprendizagem com defasagem de série-idade. Para subsidiar a formação dos educadores, o material didático de apoio será oferecido durante os encontros de formação.

Veja também!

Itaipava emprego Alagoinhas

Dono da Itaipava divulga nota de esclarecimento sobre novas contratações

Grupo Petrópolis, dono da Itaipava, que possui uma unidade em Alagoinhas, divulgou nota esclarecendo forma de seleção para preenchimento de vagas de emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *