Últimas Notícias

Minha Casa, Minha Vida em Camaçari beneficia mais 511 famílias

Juntos há 50 anos, os aposentados Francisco Vieira, 70 anos, e Maria Araújo, 72, têm 21 filhos e finalmente vão morar na casa própria que receberam nesta quinta-feira (29), por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida. O Residencial Parque São Vicente, inaugurado pelo governador Jaques Wagner em Camaçari, onde o casal vai viver, destina-se a famílias com renda de até R$ 1.395, tem 511 unidades e foi construído com recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR).

“A pessoa da minha idade não gosta de viver na bagunça, quer é tranquilidade. Vou poder viver em paz na minha casa”, diz Maria, que atualmente mora com uma das filhas. Ela conta que trabalhou a vida inteira na roça, onde o marido adoeceu. “Por isso viemos para a cidade, morando na casa de um filho, de outro. Agora estou feliz”, completa Francisco.

Móveis

Antônia Teles, 31 anos, secretária, foi a primeira a receber as chaves das mãos do governador durante a inauguração. Mãe de cinco filhos, ela está contente por não precisar mais morar com os pais. “Hoje nós teremos nossa liberdade, não vamos precisar pagar aluguel e estamos isentos de IPTU por cinco anos. Com o dinheiro que vai sobrar, vamos comprar móveis e, se possível, ampliar a casa”.

Quem também faz planos para o dinheiro que vai economizar é Ana Rita de Jesus. Ela diz que fez curso de vigilante, mas ainda não está empregada, e vai trocar o aluguel mensal de R$ 250 pela prestação de R$ 50. “Os R$ 200, que vão sobrar, vou investir na educação dos meus três filhos. Um deles já faz o curso profissionalizante do Projovem. E vou aproveitar para ir à praia no domingo, comprar um queijinho, um refrigerante ou um picolé. Vai melhorar muita coisa na minha vida”.

Conjunto dispõe de completa infraestrutura

Foram investidos R$ 22,56 milhões no Residencial Parque São Vicente, que dispõe de 235 casas de um pavimento e 276 apartamentos do tipo village, dispostos em 69 blocos com quatro unidades cada. As residências possuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro. O conjunto foi equipado com sistema de esgoto, rede de distribuição de água e energia, pavimentação, acesso, iluminação pública, drenagem, área social e de lazer com quiosque e três parques infantis, além de quadra poliesportiva e áreas de recreação, incluindo playground coberto.

Wagner disse que as casas são resultado da parceria entre governos estadual, federal e a prefeitura. “É uma boa forma de dar os parabéns a Camaçari, nos seus 253 anos, alegrando 511 famílias da cidade que estão recebendo o que é mais sagrado, a casa própria”. Segundo o governador, já estão contratadas, para a cidade, mais quase duas mil unidades, que serão construídas ainda pelo Minha Casa, Minha Vida I. “Nós já lançamos o Minha Casa, Minha Vida II, e a gente vai continuar trazendo mais habitação, saúde, saneamento, educação e segurança para a população”.

Cidadania

Segundo o ministro das Cidades, Mário Negromonte, uma casa repercute muito na educação familiar e o Brasil tem déficit habitacional grande. “Aqui em Camaçari estamos realizando sonhos. É uma obra importante para resgatar a cidadania. Você dá tranquilidade, saúde e educação a uma família, para que os filhos não se desviem para a marginalidade e para as drogas”.

De acordo com o ministro, a Bahia tem conseguido recursos na área de habitação e também do saneamento e mobilidade urbana. “O Governo do Estado tem sido muito hábil e competente na captação de recursos do Ministério das Cidades e de outras pastas”.

Investimento em mais de 101 mil unidades representa R$ 4,6 bilhões

Somando as fases I e II do programa, já foram contratadas mais de 101 mil unidades para o estado, representando investimento de R$ 4,6 bilhões. Para o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Aristóteles Menezes, o programa Minha Casa, Minha Vida no estado é um sucesso, representando mais de 20% das casas entregues em todo o Brasil.

“O Governo do Estado e os empresários se uniram. São mais de 60 construtoras envolvidas no projeto. A Bahia tem muitas cidades com mais de 50 mil habitantes que comportavam o programa. Houve agilidade nos licenciamentos ambientais, das concessionárias de água e saneamento, tudo isso fez o sucesso do programa aqui”, afirmou Aristóteles.

Segundo o gerente regional da Caixa Econômica Federal, Adelson Prata, as unidades contratadas no estado proporcionam a geração de, no mínimo, 50 mil empregos diretos. “Há também toda uma estrutura para viabilizar os empreendimentos. São várias fábricas de blocos e outros serviços atrelados à construção civil. Com isso, são agregados, pelo menos, outros 100 mil empregos.

Agecom/BA

Veja também!

Itaipava emprego Alagoinhas

Dono da Itaipava divulga nota de esclarecimento sobre novas contratações

Grupo Petrópolis, dono da Itaipava, que possui uma unidade em Alagoinhas, divulgou nota esclarecendo forma de seleção para preenchimento de vagas de emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *