Últimas Notícias

Superávit primário fecha o ano em 2,78% do PIB.

Mesmo com o uso de manobras fiscais, o governo teve que recorrer ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para cumprir a meta de 3,1% do Produto Interno Bruto (PIB) de superávit primário das contas do setor público em 2010. O setor público, que reúne as contas do governo central, dos Estados e dos Municípios, apresentou no ano passado um superávit primário de R$ 101,696 bilhões, o equivalente a 2,78% do Produto Interno Bruto (PIB), informou hoje o Banco Central (BC). Em dezembro, houve superávit primário de R$ 10,853 bilhões.

O superávit primário representa a economia feita para o pagamento do juros da dívida pública. Para cumprir a chamada “meta cheia” de superávit primário, ficou faltando 0,32 ponto porcentual, o que exigirá que o governo lance mão do mecanismo previsto na política fiscal brasileira que permite o abatimento de despesas pagas de projetos incluídos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). É o segundo ano consecutivo que o governo não cumpre a meta cheia.

De acordo com os dados divulgados, as contas do governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e BC) fecharam 2010 com superávit de 2,15% do PIB, o equivalente a R$ 78,723 bilhões. Os governos regionais (Estados e Municípios) não conseguiram cumprir a meta de 0,95% do PIB e fecharam o ano com superávit de 0,56% do PIB (R$ 20,635 bilhões). Os Estados fizeram um superávit de 0,46% do PIB (R$ 16,961 bilhões) e os municípios tiveram um superávit de 0,10% (R$ 3,674 bilhões). Já as empresas estatais, que precisam mais cumprir a meta, registraram um superávit de 0,06% do PIB.

Ao longo de 2010, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, asseguraram por diversas vezes que a meta cheia seria cumprida. Mais recentemente, colocaram a culpa do não cumprimento nos estados e municípios.

Veja também!

Itaipava emprego Alagoinhas

Dono da Itaipava divulga nota de esclarecimento sobre novas contratações

Grupo Petrópolis, dono da Itaipava, que possui uma unidade em Alagoinhas, divulgou nota esclarecendo forma de seleção para preenchimento de vagas de emprego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *